Ansiedade e Adolescência

Quando pensamos em ansiedade não podemos deixar de associar a sensação de aperto, agitação interna, que muitas vezes é entendida ou definida como medo. Esse medo sentido é geralmente sem motivo aparente, sendo esse tipo de ansiedade uma das mais comuns e mais frequentemente reclamadas no consultório. A pergunta é: o que fazer com esse sentimento?

Cada vez mais se percebe a ansiedade presente na adolescência, uma vez que os adolescentes estão constantemente sendo colocados frente a novas situações, exigindo deles um posicionamento. Um exemplo são as questões como sexualidade e política, questões que ainda estão sendo associadas pela maioria dos adolescentes. Muitas vezes estes assuntos nem tem uma conclusão, apenas opiniões diferentes. É nesse momento de não compreensão e dúvida que a ansiedade pode aparecer, causando bloqueios ou até mesmo alterando o entendimento da situação.

É na escola que a maioria destes assuntos são abordadas, pois a vida escolar do adolescente ocupa grande parte da sua rotina. A escola é por natureza uma série de múltiplos desafios e soma-se ao fato de que a ansiedade faz parte desse momento da vida, sendo natural se sentir ansioso em determinadas situações, como pela exigência de provas ou sustentar o aprendizado com boas notas, tanto quanto ser aceito pelo grupo que participa. Uma forma saudável de lidar com a ansiedade na adolescência é através do esporte e outra forma, não tão explorada pelas escolas, é através de grupos de conversas, onde é possível trocar experiência e poder perceber que isso é natural e pode ser lidado.

A escola é um intermediário que atua de diversas maneiras no desenvolvimento dos adolescentes, podendo ser responsável por aumentar e até estimular a ansiedade entre seus alunos. Porém, é claro que as escolas bem preparadas são aptas a trabalhar e diminuir a ansiedade dos estudantes. Certamente cada tipo de abordagem escolar será determinante e terá características próprias para facilitar e desfrutar dessa intermediação que é o aluno e a ansiedade.

A ansiedade faz parte do dia a dia, porém desde jovens precisamos aprender a conviver e a conduzi-la para que ela haja a nosso favor, isso se dá principalmente estabelecendo de forma clara os posicionamentos e condutas, ou seja, se auto beneficiar da ansiedade e nos tornar pessoas resilientes e proativas, nunca deixando de lado as nossas características pessoais, mesmo que elas não se adaptem ao grupo.

Autor: Luis Fernando Varela Brenes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: